Governo vai exigir exame negativo de Covid-19 para brasileiro ou estrangeiro entrar no país

Uma portaria publicada pelo governo federal na noite de quinta-feira (17) exige que brasileiros ou estrangeiros que quiserem entrar no país de avião apresentem um teste PCR com resultado negativo para Covid-19 ao embarcar. A medida começa a valer no próximo dia 30.

O teste, a ser apresentado à companhia aérea, deverá ter sido feito até 72 h antes.

A portaria também determina que o viajante assine uma declaração de saúde para concordar com as medidas de prevenção da Covid-19 que deverá seguir enquanto estiver no país. O texto não especifica quais são as medidas.

O viajante que não cumprir as exigências da portaria estará sujeito a deportação, multas e inabilitação de eventual pedido de refúgio.

A portaria mantém regras que vêm sendo editadas desde o início da pandemia para restringir a entrada de estrangeiros por terra, água e ar. O ingresso é permitido em alguns casos específicos, como o de estrangeiros que tenham residência fixa no Brasil, tenham cônjuge brasileiro, viajem ao país para missão de organismo internacional e outros.

Na segunda-feira (15), o blog do Camarotti informou que o governo do presidente Jair Bolsonaro havia ignorado determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de adotar medidas de controle para quem chega ao país via aeroportos.

Leia mais no G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia fecha 15 estabelecimentos em Curitiba durante feriado de Natal

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU), coordenada pela Polícia Militar fechou 15 estabelecimentos comerciais em Curitiba durante o feriado de Natal. A ação, realizada para conter a perturbação de sossego e garantir o cumprimento do decreto estadual de combate ao COVID-19, atuou em Curitiba e no Litoral entre os dias 23 e 27 de dezembro. Leia mais em Agência de Notícias do Paraná.

Paraná supera 400 mil casos confirmados de Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (28) 2.825 novos casos confirmados e 50 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.
Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 401.631 casos confirmados e 7.671 mortos em decorrência da doença.
Os casos divulgados nesta segund-feira são: maio (1), junho (1), julho (1), agosto (3), setembro (1), outubro (3), novembro (102) e dezembro (2.713).

INTERNADOS – 1.534 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.188 pacientes em leitos SUS (610 em UTI e 578 em leitos clínicos/enfermaria) e 346 em leitos da rede particular (137 em UTI e 209 em leitos clínicos/enfermaria).
Há outros 1.150 pacientes internados, 456 em leitos UTI e 694 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informou a morte de mais 50 pacientes. São 20 mulheres e 30 homens, com idades que variam de 41 a 102 anos. Os óbitos ocorreram entre 20 de novembro a 28 de dezembro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Colombo (5), Maringá (4), Cascavel (3), Lapa (3), São José dos Pinhais (3), Toledo (3), Arapongas (2), Cambé (2), Foz do Iguaçu (2), Guarapuava (2), Sabáudia (2), Santo Antônio da Platina (2).
A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Borrazópolis, Curitiba, Enéas Marques, Flor da Serra do Sul, Formosa do Oeste, Guaratuba, Itaipulândia, Jandaia do Sul, Marechal Cândido Rondon, Paiçandu, Palotina, Piraquara, Pontal do Paraná, Quedas do Iguaçu, Rolândia, Santa Izabel do Oeste, Santa Terezinha de Itaipu.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.064 casos de residentes de fora, 62 pessoas foram a óbito.